DONATIVOS PARA O COMPANHEIRO: 0035 0697 0054 8291 9301 4
A sua ajuda é fundamental para que possamos continuar a ajudar...
NOTÍCIAS
AS MAIS RECENTES NOVIDADES SOBRE A INSTITUIÇÃO

 

Notícias Cá de Casa
O DIA-A-DIA D'O COMPANHEIRO

 

 

4ªs feiras: Solidariedade Mais

 

A Declaração Universal dos Direitos do Homem enuncia que todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direito. Dotados de razão e consciência, devendo agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.

 

Mas basta olhar em redor para perceber que tal não acontece!

 

A fraternidade e solidariedade são valores que parecem terem entrado em colapso numa sociedade sem espaço para quem sobrevive nas assimetrias de uma vida tida como normal.

 

“Para Que Não Haja Homem Excluído Pelo Homem” é a missiva da Associação O Companheiro - Instituição Particular de Solidariedade Social, com o objetivo de promover a inclusão de reclusos/as, ex-reclusos/as e suas famílias. Desde 1987, que desenvolve um trabalho profícuo durante e no pós reclusão.

 

Surgiu na sequência da atividade de visitadores prisionais, por inspiração do Sr. Padre Dâmaso, tendo por pressuposto, que os indivíduos tinham mais apoio durante o cumprimento da pena, do que após o seu termo.

 

Muitas das pessoas que procuram O Companheiro, encontram-se em situação de rutura familiar, laboral, afetiva e social, parte das vezes, associado a problemas clínicos, de extrema pobreza e elevada marginalização motivada, por inúmeros anos de reclusão, sem quaisquer ações integradoras e de reabilitação.

 

Face a esta realidade, a equipa de Intervenção Psicossocial d´O Companheiro, procura assumir uma ação reabilitadora na problemática e preventiva nas causas e consequências.

 

Desenvolve atividade em quatro vetores, Apoio à Comunidade (Banco Solidário, Atividade Ocupacional, Física e Desportiva, Práticas Educativas Positivas, Acompanhamento social, psicológico, jurídico), Processo para a Inclusão (Residência), Formação (Formação interna e externa, Workshops, Seminários e Congressos) e Escola Social (Programas psicoeducativos).

 

Esta é a nossa história, nem sempre linear, nem sempre consequente. Todavia, reconhecida e prestigiada.

 

Há que dignificar o Homem, não permitindo a perpetuação dos seus erros.
“Quem ousa vence!”

 

Todos os dias acreditamos.
Todos os dias trabalhamos.
Todos os dias reconstruímos.

 

Consulte o nosso folheto informativo

O COMPANHEIRO © 2019 geral@companheiro.org